Desenvolvimento de Políticas

LACNIC baseia suas operações em um modelo de autorregularão, no qual as regras (políticas) para o gerenciamento dos recursos da Internet são desenvolvidas pela comunidade em um processo participativo, público, transparente, aberto a qualquer pessoa e embasado no consenso.

A livre participação dos diversos atores permite que as políticas estejam em conformidade com os interesses regionais, salvaguardando os interesses da comunidade como um todo. Todas as propostas são apresentadas e discutidas na lista de correio de políticas, antes de serem levadas aos fóruns para seu consenso.

Uma proposta pode modificar tanto o manual de políticas como o Processo de Desenvolvimento de Políticas (PDP).

manual de políticas é o documento público que inclui todas as políticas implementadas na nossa região que determinam a forma em que o LACNIC deve administrar os recursos. O PDP valida a criação e a alteração das políticas que o RIR aplica na sua região.

Moderador do Processo de Desenvolvimento de Políticas

Tomás Lynch, Argentina (finalizando no Fórum Público de Políticas 2021)

Tomás Lynch é engenheiro eletrônico pela Universidade de Buenos Aires, Argentina, possui mestrado em Engineering Management pela Universidade Internacional de Florida, USA.

Entre 1997 e 2010, trabalhou na Impsat /Global Crossing (agora Century Link) em diferentes posições de operações, engenharia e arquitetura relacionadas ao desenvolvimento do backbone IP/MPLS da empresa na América Latina. Nesse período, esteve relacionado à arquitetura e à evolução da Internet e da Internet2 na região. Depois desempenhou-se como solution architect em Ericsson.

De 2010 a 2016, desenvolveu soluções para as maiores operadoras da região relacionadas ao acesso dos clientes às redes IP/MPLS fixas e móveis.

Desde 2016 trabalha na Claro, como senior network architect, liderando temas relacionados a IP, MPLS, SDN e NFV.

Desde 2010 participa assiduamente das reuniões LACNIC/LACNOG. Foi membro do comitê do programa de LACNOG e é membro do Fórum Técnico LACNIC. Seus interesses são o desenvolvimento e a governança da Internet, bem como os protocolos que sustentam a sua operação (em particular IPv6).

Ariel Weher, Argentina (finalizando no Foro Público de Políticas 2022)

Ariel Weher é um profissional das tecnologias e das telecomunicações. Mora e trabalha na Argentina como administrador sênior de networking e sistemas. 

Também é consultor de várias empresas localizadas em diferentes mercados da América Latina e Caribe. 

É usuário e evangelizador de sistemas open source e busca permanecer na vanguarda em termos de novas tecnologias, padrões e protocolos.

Participa nos eventos e projetos abertos do LACNIC desde 2010.

Faz parte do grupo de instrutores do tutorial IPv6 nos eventos do LACNIC desde 2014. Atualmente integra a Diretoria LACNOG (foi reeleito pela comunidade para um segundo mandato) é o moderador do grupo de melhores práticas operacionais (BCOP) de LACNOG. É membro da Diretoria do Grupo Argentino de Operadoras de Rede (arNOG)

Ex-Moderadores

  • Paola Pérez, Venezuela (2017 - 2019)
  • Juan Peirano, Uruguay (2016 - 2018)
  • Alex Ojeda, Chile (2015 - 2017)
  • Carlos Plasencia, Venezuela (2014 - 2016)
  • Nicolás Antoniello, Uruguay (2009 - 2015)
  • Max Larson Henry, Haití (2010 - 2014)
  • Francisco Arias, México (2008-2010)
  • Eldert Louisa, Antillas Holandesas (2009 - Interim)
  • Christian O'Flaherty, Argentina (2004-2008)
  • Germán Valdéz, México (2003)

SYSTEM CERTIFICATION ISO 9001 LSQA

CHK_LACNIC