O FRIDA financiará projetos sobre estabilidade, segurança e acesso à Internet

6 de abril 2020

O LACNIC oferece novas oportunidades de financiamento para projetos técnicos através de seu programa FRIDA.

A partir de 2020, o FRIDA estará focado em apoiar projetos destinados a fortalecer a Internet na América Latina e o Caribe. O programa dará ênfase especial ao financiamento de projetos inovadores sobre estabilidade e segurança da Internet, e estratégias alternativas para facilitar a conectividade das populações carentes.

Uma das categorias é Estabilidade e Segurança.Nesse eixo temático, o LACNIC apoiará projetos sobre segurança cibernética, resiliência, interconexão e inovação nas operações de redes.

Em segurança cibernética as iniciativas poderão abranger questões como proteção de nomes de domínio (DNS), segurança de roteamento, projetos de medição sobre a implementação e impacto das tecnologias de segurança, confidencialidade das comunicações, segurança e integridade dos dados, alternativas para melhorar a segurança em nível dos dispositivos de usuário final e desenvolvimento de capacidades sobre segurança cibernética.

Em resiliência serão apoiados o desenvolvimento de novas tecnologias e implementação de esforços colaborativos para tornar a Internet mais resistente às vulnerabilidades inerentes a sua infraestrutura e às atividades maliciosas que busquem desestabilizar sua operação. Serão considerados projetos que evitem ataques de negação de serviço distribuídos (DDoS), implantações de servidores raiz do DNS, mecanismos de monitoramento e mitigação de anomalias ou incidentes e colaborações com projetos de medição global. 

Em Interconexão se busca financiar propostas que promovam Pontos de Troca de Tráfego (IXP), iniciativas para pesquisar o estado da interconexão nos países da região, monitorar o tráfego nos IXP, projetar ferramentas sobre gerenciamento de tráfego e desenvolver capacidades sobre Interconexão.

Na subcategoria temática Operação de Redes, o programa considerará ferramentas para administração automatizada de redes, projetos de treinamento e pesquisa para promover a automação na configuração e gerenciamento de BGP ou DNS, sistemas para a visualização e atualização de estados de rede, e também inovações em arquitetura de rede. 

Por sua vez, na categoria Acesso à Internet, o FRIDA busca apoiar projetos para aumentar o acesso à Internet de populações da América Latina e o Caribe. Quatro temáticas serão financiadas: modelos alternativos de acesso (projetos que procurem levar conectividade ou acesso a conteúdo a comunidades carentes), interconexão entre pequenos provedores da Internet tais como WISPS, ISP pequenos e médios, intranets e redes comunitárias; tecnologias para a conectividade (hardware de baixo custo e software livre) e energia para a conectividade (soluções inovadoras sobre como fornecer eletricidade à infraestrutura da Internet em áreas afastadas ou durante desastres naturais).

O processo de candidatura é aberto até 22 de maio.  Através do FRIDA, serão concedidos subsídios entre US$ 10.000 e US$ 40.000 para concluir projetos de até 12 meses de execução. Também serão entregues prêmios de US$ 10.000 para iniciativas exemplares da região.  No total, está previsto outorgar US$170.000 em financiamento às iniciativas que contribuam a criar uma Internet Aberta, Estável e Segura na América Latina e o Caribe.

Por mais informações, acesse aqui.

SYSTEM CERTIFICATION ISO 9001 LSQA

CHK_LACNIC