Desenvolvimento de Políticas

O LACNIC baseia suas operações em um modelo de autorregularão em que as regras (políticas) para o gerenciamento dos recursos da Internet são desenvolvidas pela comunidade em um processo participativo, público, transparente, aberto a qualquer pessoa e com base no consenso.

A livre participação dos diversos atores permite que as políticas estejam em conformidade com os interesses regionais, salvaguardando os interesses da comunidade como um todo.

Para que uma proposta seja aprovada, deve-se chegar a um consenso tanto na lista quanto no fórum.

Uma proposta pode modificar o manual de políticas, bem como o Processo de Desenvolvimento de Políticas (PDP).

O manual de políticas é o documento público que inclui todas as políticas implementadas na nossa região que determinam a forma em que LACNIC deve administrar os recursos.

O PDP valida a criação e alteração das políticas que o RIR aplica na sua região.

Moderador do Processo de Desenvolvimento de Políticas

  • Tomás Lynch, Argentina (término vence en Foro Público de Políticas 2021)

    Tomás Lynch é engenheiro eletrônico pela Universidade de Buenos Aires, Argentina com mestrado em Engineering Management pela Universidade Internacional de Florida, USA. De 1997 a 2010, trabalhou na Impsat /Global Crossing (agora Century Link) em diferentes posições de operações, engenharia e arquitetura relacionadas ao desenvolvimento do backbone IP/MPLS da empresa na América Latina. Nesse período, esteve relacionado à arquitetura e evolução da Internet e da Internet2 na região, desde os primeiros links de satélite até os cabos submarinos atuais. Depois, de 2010 a 2016, atuou como Arquiteto de Soluções na Ericsson, desenvolvendo soluções para as maiores operadoras da região relacionadas com o acesso dos clientes às redes IP/MPLS fixas e móveis. Desde 2016 trabalha na Telmex USA como Gerente de Produtos Internacionais desenvolvendo produtos relacionados ao IP, MPLS, SDN e NFV para o segmento multinacional na região da América Latina. Ele participa regularmente nas reuniões LACNIC/LACNOG desde 2010 e é membro do comitê de programa de LACNOG desde 2014. Seus interesses são o desenvolvimento e a governança da Internet bem como os protocolos que sustentam a sua operação, particularmente o IPv6.

  • Ariel Weher, Argentina (término vence en Foro Público de Políticas 2020)

    Ariel Weher é um profissional das tecnologias e das telecomunicações.

    Seu trabalho:

    Ele mora e trabalha na Argentina como administrador sênior de networking e sistemas. 
    Também é consultor de várias empresas localizadas em diferentes mercados da América Latina e o Caribe. 
    É usuário e evangelizador de sistemas de código aberto há 20 anos e tenta permanecer na vanguarda em termos de novas tecnologias, padrões e protocolos.

    Sua participação na comunidade:

    Ariel participa dos eventos e projetos abertos de LACNIC desde 2010.
    Faz parte do grupo de instrutores do tutorial IPv6 nos eventos de LACNIC desde 2014.
    Hoje integra a Diretoria de LACNOG, sendo reeleito pela comunidade para um segundo mandato.
    Também é o moderador do grupo de melhores práticas operacionais (BCOP) de LACNOG.
    É membro da Diretoria do Grupo Argentino de Operadores de Rede (arNOG)

Ex-Moderadores

  • Paola Pérez, Venezuela (2017 - 2019)
  • Juan Peirano, Uruguay (2016 - 2018)
  • Alex Ojeda, Chile (2015 - 2017)
  • Carlos Plasencia, Venezuela (2014 -  2016)
  • Nicolás Antoniello, Uruguay (2009 - 2015)
  • Max Larson Henry , Haití (2010 - 2014)
  • Francisco Arias, Mexico (2008-2010)
  • Eldert Louisa, Antilhas Neerlandesas (2009 - Interim)
  • Christian O'Flaherty, Argentina (2004-2008)
  • Germán Valdéz, México (2003)
CHK_LACNIC