Tecnologia e governança para uma Internet aberta e segura

RELATÓRIO LACNIC 19

O LACNIC 19 aconteceu entre os dias 5 e 10 de maio de 2013, na cidade de Medellín, Colômbia e foi hospedado pela INTERNEXA. Participaram do evento 460 pessoas provenientes de 37 países (24 da região da América Latina e o Caribe e 13 países de fora da região do LACNIC). Quase 33% dos participantes foram participantes locais.

Participaram no encontro representantes de diferentes setores, incluindo governos, setor acadêmico, ISP, operadores de ccTLD e NAP, especialistas em segurança, provedores de conteúdo, carriers internacionais, equipes dos Registros Regionais da Internet, ICANN e representantes da sociedade civil.

As sessões plenárias contaram com tradução simultânea em três idiomas (espanhol - inglês – português) e foram transmitidas via streaming.

Resumo das atividades mais importantes desenvolvidas durante o evento:

TUTORIAIS Os seguintes tutoriais foram ministrados entre o domingo 5 e a segunda-feira 6 de maio:

  • IPv6 básico, teoria e prática – Jordi Palet, Consulintel
  • Roteamento BGP e RPKI (parte 1 e 2) - Alvaro Retana, Cisco Systems / Carlos Martínez-Cagnazzo, Lacnic.
  • DNSSEC (parte 1 e 2) - Richard Lamb, ICANN / Gonzalo Romero, .CO Internet
  • Gestão de Incidentes de Segurança em Provedores da Internet - (parte 1 e 2) - Eduardo Carozo, ITC - Antel/ Giovanni Cruz
  • Serviços do LACNIC: Administração de Recursos da Internet - Sergio Rojas / Gerardo Rada / Carlos Martínez, Lacnic
  • IPv6 Avançado - Antonio Moreiras, NIC.br / Alejandro Acosta 7 - IPv6 para tomadores de decisões - Juan Carlos Alonso / Arturo Servín, LACNIC

O material oferecido nessas oficinas está disponível para consultas nos seguintes links:

Domingo - https://www.dropbox.com/sh/tw8r5zu6utn40v6/gQ9K-pNl6k

Segunda-feira - https://www.dropbox.com/sh/s1spf6a6tf9lzzb/s0-5vKrUy6

SESSÃO PARA NOVOS PARTICIPANTES

Mais de 90 pessoas participaram desta sessão informativa à qual foram

convidadas pessoas que pela primeira vez assistiram a um evento do

LACNIC.

Durante a sessão, Ernesto Majó, Gerente de Comunicações do LACNIC, realizou uma introdução acerca do LACNIC, a estrutura geral do evento e a agenda das reuniões a serem desenvolvidas em Medellín.

GRUPO DE TRABALHO DE GOVERNOS DE LAC

No marco do LACNIC 19 foi realizada a 6ta. Reunião do Grupo de Trabalho de Governos da América Latina e o Caribe formada por oficiais de diferentes organizações governamentais de países da região (reguladores de telecomunicações, Ministérios ou Secretarias de Telecomunicações e TIC, Agências da Sociedade da Informação, e outras organizações relacionadas) com a participação de observadores da Comunidade Técnica da Internet da região.

A reunião consistiu em um diálogo entre funcionários do governo e membros da Diretoria e da equipe do LACNIC em que foram tratadas questões institucionais da organização, o estado do esgotamento do IPv4, políticas de recuperação de espaço IPv4, os desafios da transição para o IPv6 bem como temas relacionados à segurança e à adoção de novas tecnologias.

A troca também incluiu referências específicas ao debate da Governança da Internet, os 10 anos de WSIS, os fóruns regionais e globais e em particular o tema da Enhanced Cooperation

ABERTURA DO LACNIC 19

Realizaram a abertura do LACNIC 19 o Gerente Geral da INTENEXA, anfitrião da reunião, autoridades do governo da Colômbia (Ministro e Vice-ministra da TI) bem como do governo da cidade de Medellín, além das autoridades do LACNIC e LACTLD (organizadores da reunião).

SESSÕES GERAIS

Dentro das atividades conjuntas do LACNIC e LACTLD, foi ministrado o painel "A agenda de governança da Internet para os próximos 5 anos."

A seguir, houve um outro painel chamado: "Estratégia relacionamento da ICANN para a América Latina e o Caribe."

Os vídeos desses painéis estão disponíveis em YouTube:

http://www.youtube.com/watch?v=j-T35iPzDUo

FÓRUM LATINOAMERICANO DO IPv6, FLIP6

No FLIP6 foi realizado um relatório anual sobre as atividades da IPv6 Task Force de LAC a cargo de seu moderador, Alejandro Acosta.

Nesta oportunidade, o FLIP6 contou com um variado conteúdo e uma ampla participação. Foram destaque as apresentações do Keynote Mark Townsley, quem falou acerca do caso de negócio do IPv6, de Álvaro Retana sobre o IPv6 na rede corporativa, bem como as de Sebastián Tobar e Cristian Pérez que apresentaram um testbed de mobilidade com IPv6.

Não menos importantes foram a atualização de Jordi Palet sobre

Governos, e de Fernando Gont sobre o Toolkit de segurança no IPv6.

Adicionalmente, foram desenvolvidos dois excelentes painéis relativos ao IPv6:

  • Implementação do IPv6 em serviços de banda larga móvel.
  • Casos de sucesso em implementações do IPv6.

As apresentações estão disponíveis em:

https://www.dropbox.com/sh/wrtthp3pesh4pdu/F9zGnjAxA9/FLIP6

ALMOCO MULHERES E TIC

Foi realizado pela quarta vez em um evento do LACNIC o encontro de mulheres relacionadas às TIC que contou com 80 participantes. Durante o almoço apresentaram suas experiências Radia Perlman (Keynote do fórum de segurança), Valeria Betancourt (APC) e Ana Isabel Palacios (Alcaldia de Medellín) que compartilharam, desde a perspectiva de cada uma, interessantes vivências e anedotas com as participantes, bem como apresentações dos assuntos em que cada uma delas está trabalhando.

BoF

Os BoF (ou 'Birds of a Feather') são encontros informais com um assunto central que têm lugar fora do horário estrito da conferência.

Durante o LACNIC 19 foram realizados dois desses encontros informais, um sobre DNS e outro sobre BGP e IPv6.

O encontro sobre DNS foi moderado por Mehmet Akcin (ICANN) e contou com a participação de mais de 20 pessoas, na sua maior parte operadores de servidores de DNS, incluindo operadores de alguns dos ccTLDs da região.

Entre os assuntos tratados podemos destacar:

  • Diferentes estratégias de motivação para a implementação do DNSSEC entre os usuários dos ccTLD.
  • Mitigação de ataques de denegação de serviço, 'rate limiting' e outras técnicas.
  • Asseguramento de servidores DNS, desafios e possíveis mecanismos de proteção.

Ao terminar o encontro houve uma interessante roda de conversa aberta para todos os participantes.

O BoF sobre BGP foi moderado por Arturo Servín com uma concorrência de mais de 20 pessoas provenientes de organizações provedoras de serviços da Internet, ccTLD, universidades e provedores de conteúdo. Foram discutidas questões relacionadas com o BGP como a engenharia de tráfego, melhores práticas de configuração do BGP, segurança e RPKI, entre outras.

Um assunto que teve muita relevância foi o monitoramento do BGP e de seus anúncios para detectar problemas, sequestros de rotas, rotas de fuga, etc. Foi mencionado também que seria importante desenvolver algumas ferramentas que ajudassem a resolver alguns desses problemas.

Finalmente, foi realizado um breve tutorial sobre como configurar o BGP em equipamentos MikroTik ministrado por Wardner Maia.

REUNIÃO PARA BOLSISTAS

No LACNIC 19, mais de 140 pessoas participaram graças ao apoio do programa de bolsas do LACNIC. Para eles, foi realizada uma apresentação informativa, onde se falou sobre as atividades do LACNIC bem como sobre os diferentes papeis desenvolvidos por cada organismo institucional, com o objetivo de incentivar a participação dos associados nesses lugares da instituição.

QUARTO EncOntro de CSIRT da América Latina e o Caribe

No marco do LACNIC 19 foi realizado o 4to. Encontro Regional de CSIRT da América Latina e o Caribe, com a participação de cerca de 25 representantes de uns 15 grupos de resposta a incidentes de segurança informática, tanto os que já estão funcionando quanto os que estão em formação.

Adicionalmente, participou um representante da Organização dos Estados Americanos (OEA).

A reunião teve espaços de discussão e de apresentações. A agenda abordou algumas das questões identificadas como importantes no panorama da segurança na Internet.

Em particular, foi discutido acerca da experiência do Brasil na implementação de "Port 25 Management" e do efeito dramático que isso teve sobre os níveis de spam enviados desde o Brasil.

No aspecto técnico também foi apresentada a questão dos ataques de denegação de serviço por amplificação do DNS e das possíveis medidas de mitigação.

Foram apresentadas as iniciativas sobre cibersegurança da OEA e as iniciativas de cooperação e coordenação que esse organismo vem realizando na região.

REUNIÃO LACTLD

Como tradicional no marco dos eventos do LACNIC, LACTLD realizou sua oficina de políticas e sua assembleia de associados.

Pode acessar a agenda das questões discutidas em:

http://www.lactld.org/wp-content/files_mf/lactldpoliticas5_52.pdf

FÓRUM PÚBLICO DE POLÍTICAS

Durante o Fórum Público de Politicas no evento LACNIC 19 foram discutidas as seguintes propostas:

LAC-2012-08v3 Transferências de recursos IPv4 entre regiões (inter RIR) – Não houve chamada para consenso. Os moderadores e o autor viram a necessidade de uma discussão mais aprofundada sobre a mesma.

LAC-2012-13v2  Alteração dos requisitos para candidatos ao ASO AC - Atingiu consenso e encontra-se no período de últimos comentários até o dia 24 de junho de 2013

Por sua vez, mais duas propostas encontravam-se dentro da agenda:

LAC-2012-01v3 Eliminar o uso do termo dial-up – Foi retirada pelo autor, mas foi brevemente discutida dentro do Fórum por ser considerada pela comunidade como uma boa proposta de atualização do Manual de Políticas. Foi feita uma chamada para formar um grupo de trabalho para revisar o texto da proposta.

LAC-2012-11v2 Requerimento de inscrição no RPKI para recursos adicionais. Foi retirada pelo autor.

Durante o Fórum, foi desenvolvido o painel: Implementação do IPv6 em Serviços de Banda Larga Fixa.

Foram apresentados os relatórios dos Registros Regionais e da IANA bem como as estatísticas do NRO.

Foi realizada a eleição do representante da região do LACNIC no Conselho de Endereços do ASO (ASO AC)/ Conselho de Números do NRO (NRO NC). A chamada a eleições foi realizada para ocupar o cargo vago gerado pela renúncia de Alejandro Guzman Giraldo. Apresentaram-se 3 candidatos resultando eleito o cubano Jorge Daniel Villa Hernández, quem ocupará o cargo até 31 de dezembro de 2014.

Também foram realizados os relatórios de atividades e novos serviços e iniciativas do LACNIC por parte da equipe do LACNIC.

Para mais informações sobre os assuntos discutidos e as apresentações realizadas no Fórum Público do LACNIC 19, acesse:

FÓRUM DE INTERCONEXÃO REGIONAL

O Fórum de Interconexão Regional da América Latina e o Caribe fez uma chamada a debate aos provedores de conteúdos que usam a tecnologia CDN (Google, Netflix e Yahoo!) bem como aos administradores dos pontos de troca de tráfego da América Latina e o Caribe (PTTMetro, Cabase, AEPROVI)para comentar acerca de seus planos para a região, das vantagens de ter CDN em estruturas de IXP, de como os IXP planejam seu crescimento para suportar o tráfego trocado e da percentagem de tráfego que representam os conteúdos dos CDN.

Dentro das apresentações realizadas podemos destacar:

O representante do NAP CABASE Neuquén da Argentina mostrou como o IXP melhorou a qualidade do acesso do usuário final.

O representante do Ministério das Comunicações do Brasil apresentou os esforços que estão sendo realizados para aumentar a presença de conteúdos no Brasil com o plano de incentivos à construção de centros de dados na região nordeste do país. Também comentou sobre o uso de frequências baixas com tecnologias móveis que têm um maior alcance, para atender as áreas rurais do Brasil, bem como sobre a obrigatoriedade das empresas com grande poder de mercado, de participar nos IXP.

Foi apresentada a arquitetura nos IXP de Quito e Guayaquil (Equador) para apoiar o RPKI, bem como o caso de como os IXP ajudaram os provedores menores do Brasil.

Bijal Sanghani da Euro-IX e Ariel Graizer da LAC-IX, reportaram sobre como estão evoluindo os IXP na Europa e na região da América Latina e o Caribe.

LACSEC - 8vo. Evento de Segurança em Redes para a América Latina e o Caribe

A agenda do evento incluiu apresentações de especialistas em segurança na região e contou com palestrantes convidados. O ponto alto e mais importante foi duranta a palestra de Radia Perlman: "Internet: Mitos, equívocos e mistérios" Nas palavras de Fernando Gont moderador do fórum de Segurança, Radia conseguiu na sua apresentação uma rara mistura de conteúdo interessante e apresentação agradável.

A apresentação de Radia pode ser visto na lista Lacnic 19 youtube

SESSÕES PARALELAS FLIP6 e LACSEC

Pela primeira vez FLIP6 e LACSEC contaram com um espaço simultâneo à sessão principal do evento que permitiu a troca de ideias em um ambiente mais informal e descontraído. Mais de 50 pessoas participaram de uma discussão muito dinâmica e fluente entre o público e os palestrantes.

SESSÃO IPv6 PARA USUÁRIOS FINAIS

Na quarta-feira 8 de maio foi organizada uma pequena sessão dirigida principalmente a organizações "Usuário-Final" para analisar as diferentes problemáticas que enfrentam para a implementação do IPv6.

Participaram da reunião universidades, CCTLD e instituições financeiras, algumas em processo de implementação do IPv6 e outras com serviços em funcionamento.

Os principais problemas para implementar IPv6 mencionados foram: a falta de suporte de conectividade nativa por parte dos provedores da Internet, a falta de treinamento disponível, a falta de conhecimento sobre as repercussões do esgotamento do IPv4 (principalmente nas instituições financeiras), e a falta de pro-atividade para implementar IPv6 nas universidades tanto em seus serviços quanto nos programas de estudo.

LACNOG - FÓRUM DE OPERADORES DE REDES DA AMÉRICA LATINA E O CARIBE

Durante a sessão do grupo de Operadores de Redes da região da América Latina e o Caribe, o LACNOG, foram apresentadas novidades acerca das conexões ópticas por parte de Mike Holmes de Finisar. José Jaramillo da Internexa apresentou um relatório sobre a evolução da interconexão na região e a percentagem de tráfego local e externo. Doug Madory de Renesys fez uma apresentação sobre o crescimento das redes na região em termos de quantidade de ASN e interconexão. Juan Camilo Cardona da IMDEA Networks realizou uma apresentação sobre o gerenciamento de políticas de roteamento no BGP e seus efeitos.

Por último, foi anunciada a estruturação do LACNOG criando uma diretoria e uma membresia. Assim mesmo, foram anunciadas as chamadas para apresentar trabalhos para o LACNOG 2013 a ser realizado em Curaçao entre 27 de outubro e 1 de novembro.

ASSEMBLEIA ANUAL DE MEMBROS ASSOCIADOS DO LACNIC

Durante a Assembleia, foram aprovados por unanimidade a memória anual, balanço geral, inventário, conta de gastos e recursos, relatório dos Auditores Externos e relatório da Comissão Fiscal a 31 de dezembro de 2012.

Foram eleitos membros para a Comissão Fiscal e a Comissão Eleitoral. O Sr. Cassio Vechiatti foi reeleito em seu cargo para a Comissão Fiscal pelos seguintes 3 anos. Na Comissão Eleitoral, a assembleia não aprovou a candidatura proposta para cobrir esse cargo. De acordo com o estatuto, o Sr. José Enrique Díaz vai continuar exercendo sua função na Comissão Eleitoral até finalizar um novo período de 3 anos.

A OEA e o LACNIC assinaram acordo sobre Segurança Cibernética

A Organização dos Estados Americanos (OEA) através da Secretaria de Segurança Multidimensional (SSM) assinou um acordo de cooperação com o LACNIC para fortalecer  as iniciativas de ambas as organizações no desenvolvimento da segurança cibernética nas Américas.

O comunicado de imprensa está disponível em: http://www.lacnic.net/web/anuncios/2013-oea-lacnic

SERVIDOR RAIZ-L

Durante o evento, foi realizado um bate-papo informal sobre a implementação atual do Servidor Raiz-L (administrado pela ICANN) na América Latina e o Caribe em que foram convidadas a participar organizações que já possuem uma cópia do servidor Raiz-L, bem como aquelas interessadas em hospedar uma. A implementação de cópias do servidor Raiz-L é realizada em concordância com o acordo assinado em 2011 entre a ICANN e o LACNIC para a instalação de cópias desse servidor na América Latina e o Caribe.

O LACNIC agradece a todos os que fizeram possível a realização deste evento, principalmente a INTERNEXA, anfitrião da reunião e organizador local, bem como a todos os patrocinadores da reunião: O4IT, Nic.br/CGI.br, Antel, Google, Verizon-Terremark, Internet Society, ICANN, Afilias, Alcatel-Lucent, Nic Chile e à Alcaldia de Medellín pela sua vinculação a este evento.