Resumo diário - maio 8

Bem-vindos a este quinto resumo diário de nossas atividades em LACNIC 21 "Construindo o futuro da Internet: segurança, transparência e participação" realizado em Cancun, México!

A manhã da quinta-feira começou com duas sessões em paralelo: o Fórum de Interconexão Regional e o Fórum de Segurança.

Fórum de Interconexão Regional

O moderador (Fabián Mejía) abriu o fórum salientando os objetivos e os recursos desse espaço de discussão criado por LACNIC.

As seguintes duas exposições estiveram relacionadas com experiências reais de interconexão a pontos de troca de tráfego (IXP, por sua sigla em inglês). Gregorio Manzano, de CENIT, descreveu a experiência de conectar uma rede acadêmica a um IXP na Venezuela. Marco Velepucha, de Nettplus, deu uma explicação motivadora sobre como um ISP pequeno do Equador escolheu o caminho de ser independente ao gerenciar recursos próprios de ASN e endereços IP.

Arturo Servín deu uma palestra em que explicou como funcionam as redes de entrega de conteúdo (CDN, por sua sigla em inglês), bem como o significado de termos como peering privado e público.  Arturo também informou aos participantes acerca dos detalhes relevantes do  Peering Forum realizado nos dias prévios.

Houve um painel muito interessante chamado de "CDNs at IXPs" em que vários painelistas representando IXP de 3 países (PTTmetro, NAP Cabase e NAP.EC) e duas das CDNs maiores do mundo (Akamai e Cloudflare) compartilharam suas experiências e critérios respeito à relação atual e futura entre as redes de entrega de conteúdo e os pontos de troca de trâfego.

Tom Paseka, de Cloudflare, mostrou como funciona o Anycast CDN e analisou o cenário para peering entre várias regiões do mundo, bem como características próprias do roteamento dentro da região da América Latina e o Caribe (LAC), identificando alguns desafios e melhores práticas.

Osvaldo Pacheco, de Cisco, explicou como funciona a característica "route server" para BGP e onde está implementada.

Fórum de Segurança

Assim mesmo, a Sala Greco-Dalí acolheu o fórum LACSEC, cujo objetivo é a troca de informações técnicas e experiências na operação de redes e desenvolvimento de infraestrutura entre os operadores da região.

Algumas das apresentações de destaque foram:

  • Malware em dispositivos móveis - Sebastián Bortnik, ESET Latino-américa
  • Bypass de Token CSRF na prática, William Costa
  • Uma análise da gestão do cumprimento nos sistemas críticos- Sergio Nunes, Defenda
  • Execução de software de servidor seguro em hardware não seguro: Gerenciando chaves SSL em escala global - Joshua Motta, CloudFlare
  • Após o almoço, aconteceram duas atividades em paralelo: o Fórum Público de Políticas de LACNIC e o Fórum Latino-americano do IPv6 (FLIP6).

Fórum Público de Políticas

Neste espaço, continuamos com algumas apresentações de políticas, tais como:

  • LAC-2012-08v3 Transferências de recursos IPv4 entre regiões (inter RIR) - Edmundo Cázarez-López, NIC.mx
  • LAC-2013-01 Publicar por FTP informações de IP redesignadas - Jorge Lam, Nível 3

Assim mesmo, tiveram lugar algumas apresentações da equipe de LACNIC como a apresentação das fases de esgotamento do IPv4 ou o novo sistema de políticas.

Além disso, foram apresentados os relatórios dos outros RIR, o relatório da IANA e do NRO. O toque final desse fórum foi a entrega do Prêmio Trajetória 2013 para Bevil Booding e de 2014 para Ermanno Pietrosemoli.

Desde 2009 LACNIC reconhece àquelas pessoas que têm realizado contribuições sustentadas no tempo para o desenvolvimento permanente da Internet e da Sociedade da Informação na região da América Latina e o Caribe. (Links Prêmio Trajetória 2013 e 2014)

Fórum Latino-americano IPv6 (FLIP6)

No dia de hoje, no marco de LACNIC 21, aconteceu na sala Greco a terceira e última parte do fórum latino-americano do IPv6 (FLIP6).

A mesma contou como único palestrante o Eng. Azael Fernandez que falou sobre duas questões muito interessantes. A primeira exposição foi chamada de "Efeitos do IPv6". Foi muito interessante já que mostrou o IPv6 desde uma perspectiva diferente a conhecida até agora. Mostrou inicialmente diferentes números, estatísticas, previsões sobre o IPv4 e IPv6. Finalmente, veio a melhor parte em que Azael mostrou como o IPv6 impacta no ambiente, no social e no operacional (custos). A segunda palestra foi chamada de "Eu sou portador de IPv6"que apresenta estatísticas e números sobre o IPv4 e IPv6. Posteriormente falou sobre as diferentes "coisas" com suporte IPv6 tais como carros, lâmpadas, prédios, entre outros.

O dia de trabalho finalizou com uma homenagem a Raúl Echeberría, Diretor Executivo de LACNIC devido a sua partida da organização no próximo 30 de junho.

Amanhã esperamos vocês às 9:00h (hora local de Cancun) no sexto dia de LACNIC 21. Para conhecer as últimas novidades do evento, acesse nosso site (eventos.lacnic.net/lacnic21) onde poderá seguir nossos webcasts ao vivo ou siga-nos no twitter #LACNIC21.

Fique ligado nos resumos diários!

Obrigado por ler-nos!
Equipe de LACNIC.