Fórum de Governança da Internet 2013

Encerramento

Anne-Rachel Inné
COO, AfriNIC

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores.

Em Montevidéu, no início deste mês, os líderes de nossas organizações responsáveis pela gestão e coordenação da infraestrutura técnica da Internet se reuniram para discutir, entre outras coisas, o futuro da governança da Internet e identificou a necessidade de um esforço contínuo para enfrentar os desafios em curso. Para este fim, nós concordamos em catalisar os esforços de toda a comunidade para a evolução da cooperação global da Internet multi-stakeholder.

Que lugar melhor do que o IGF para iniciar esses esforços! Esta reunião aqui em Bali permitiu que nos aproximássemos aos stakeholders para explorar melhor a forma de seguir adiante. Mais uma vez, se houvesse necessidade, o IGF provou a sua utilidade como uma plataforma para o diálogo multistakeholder. Em nossa opinião, não há melhor maneira de discutir questões importantes e delicadas. É óbvio, mas nenhum stakeholder poderia fazê-lo sozinho.  

Os formuladores de políticas precisam da colaboração da comunidade técnica - o quadro legal e regulamentar deve evoluir com base em uma sólida compreensão da tecnologia subjacente. Os formuladores de políticas também precisam entender o que é economicamente viável e formuladores de políticas assim como tecnólogos necessitam entender o que é socialmente aceitável.

A comunidade empresarial e a sociedade civil precisam ter a certeza de que seus objetivos podem ser alcançados e as suas próprias preocupações importantes podem ser resolvidas; que temos um caminho seguro e progressivo a seguir.

Nem tudo o que é possível é desejável! Por isso, o diálogo entre todos os stakeholders é essencial para um ecossistema saudável da Internet.

Como signatários da Declaração de Montevidéu, temos acompanhado com interesse as discussões após a sua publicação, incluindo as discussões durante o IGF desta semana.

Agradecemos a recepção geral positiva com que a pronunciação foi recebida, e a oportunidade de abrir discussões, inclusive, desde então, em relação ao caminho a seguir. Pretendemos continuar estas discussões para além da reunião, de uma forma totalmente aberta, com o objetivo de melhorar os mecanismos para uma cooperação da Internet multi-stakeholder.

Nós encorajamos a ampla participação de todas as partes - governos, sociedade civil, empresas e comunidade técnica - em pé de igualdade, no espírito do IGF.

Enquanto a reunião proposta no Brasil em maio de 2014 não seja um objeto de discussão em Montevidéu, congratulamo-nos com esta oportunidade one-off de avançar a discussão sobre a melhor forma de enfrentar os desafios globais de governança da Internet.

Esperamos que seja possível manter o espírito aberto e colaborativo da cooperação da Internet que assistimos na reunião do IGF em Bali - ela é necessária para o prosseguimento da evolução da governança da Internet em todas as discussões daqui para frente.

Nosso esforço para catalisar os esforços de toda a comunidade são complementares e construídas sobre o IGF. Esta semana nos convenceu de que é necessário reforçar a capacidade do IGF para se preparar, executar e acompanhar as reuniões anuais. O Secretariado não tem pessoal suficiente e está subfinanciado. Estamos empenhados em colocar o Secretariado do IGF em uma base financeira estável e sustentável - o que chamamos de compromissos correspondentes das empresas e da sociedade civil, cada um de acordo com suas possibilidades. Isso é para o futuro da Internet e os benefícios que ela pode trazer para todos nós.

Apelamos também às ONU para ajudar-nos em nossos esforços e fortalecer o Secretariado. As ONU pode ajudar-nos a chegar aos potenciais doadores. Além disso, o cargo de Assessor Especial do Secretário-Geral está vago há quase três anos - e é urgente preencher esta vaga. Pedimos ao pessoal das ONU aqui presentes para transmitir esta mensagem ao Secretário - Geral.

Foi uma excelente reunião! Em uma nota particularmente técnica, vocês podem nem ter notado que os serviços Ipv6 foram prestados na rede do IGF, mas foram usados por muitos de vocês para sua conectividade esta semana. Na verdade, o tráfego de Internet teve uma média de 30Mb/s IPv6 de um total de 150Mb/s, durante a semana. O IPv6 representou mais de 20% de todo o tráfego da IGF, que nós estamos muito contentes de ver.

Permitam-me concluir agradecendo aos nossos anfitriões por sua hospitalidade e eficiência no fornecimento da infraestrutura da reunião deste ano. Seus rostos sorridentes contribuiram muito para o sucesso do evento. Permitam-me também agradecer à ONU e ao Secretariado do IGF por seu trabalho duro - Chengetai e sua equipe merecem ser elogiados por organizar uma reunião tão rica e vibrante apesar de um orçamento súper limitado.

Obrigado por sua atenção!