WHOIS Mi LACNIC
Su dirección IP es / Your IP address is: 

Instalam no Equador cópia servidor raiz da Internet para a América Latina e o Caribe

09 de Maio de 2012

O Registro de Endereçamento da Internet para a América Latina e o Caribe (LACNIC) assinou hoje em Quito um acordo com a Associação de Empresas Provedoras de Serviços de Internet, Valor Agregado, Portadores e Tecnologias da Informação do Equador para instalar nesse país uma cópia do servidor raiz "L" para a América Latina e o Caribe.

A instalação desse servidor em Quito, ponto estratégico da região andina, vai permitir melhorar a conexão direta por parte dos usuários e provedores de serviços de Internet do Equador e de toda a América Latina e o Caribe, bem como fortalecer as possibilidades de uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) em prol do desenvolvimento e da melhoria da qualidade de vida das pessoas.

A instalação da cópia do servidor raiz "L" no Equador foi possível mediante a assinatura de um acordo entre o diretor executivo do LACNIC, Raúl Echeberría, e o diretor da Associação de Empresas Provedoras de Serviços de Internet, Valor Agregado, Portadores e Tecnologias da Informação do Equador, Francisco Balarezo, durante o LACNIC XVII, a reunião de especialistas da Internet mais importante da região que está acontecendo nas instalações do Swissotel de Quito até sexta-feira.

O servidor "L" é um dos 13 servidores originais da Internet no mundo (havendo dez instalados nos Estados Unidos, dois na Europa e um no Japão) e é administrado pela ICANN. Uma limitação tecnológica impede que os servidores originais sejam mais de 13 pelo que foi desenvolvida uma técnica chamada "anycast" que permite criar clones desses servidores raiz (chamados espelhos), que uma vez operativos não podem ser distinguidos dos originais.

Este novo acordo permite ampliar o projeto +RAÍCES desenvolvido pelo LACNIC desde 2004, mediante o qual têm sido instaladas oito cópias de servidores raiz na América Latina e o Caribe para melhorar o acesso à rede no continente e contribuir de forma relevante para a estabilidade da Internet na região e no mundo.

O projeto +RAÍCES é um exemplo concreto dos esforços de colaboração multistakeholder na nossa região, em que são integradas organizações do setor público, privado, acadêmico, da sociedade civil e da comunidade técnica.

Até hoje, o +RAíCES tem permitido concretizar a instalação de cópias em cinco países da América do Sul (Chile, Argentina, Venezuela, Equador e Uruguai), duas no Caribe (Haiti e St. Maarten) e uma na América Central (Panamá).

Top CHK_LACNIC